J.B. MAUNEY JÁ É O CAMPEÃO MUNDIAL DE 2015?






A principal pergunta hoje entre os fãs de montarias em touros é: "J.B. já é o campeão mundial?”. Claro que em se tratando de um esporte, e principalmente de uma final mundial onde a pontuação é maior do que em um evento "normal”, a resposta para essa pergunta é não!  Nada está definido. 

J.B. Mauney, 28 anos, lidera o campeonato com 1250 pontos a frente de Kaique Pacheco. Mauney é considerado a esperança dos americanos nas montarias em touros dos últimos anos. Ele monta na PBR desde 2006 e já foi por duas vezes terceiro colocado no ranking mundial (2007 e 2010) e duas vezes vice-campeão mundial (2008 e 2009) e campeão mundial em 2013. Foi justamente no ano em que foi campeão mundial que J.B. obteve seu melhor aproveitamento em cima dos touros (52,22%) e nesta temporada ele já montou 73 touros e parou em 43, um excelente desempenho de 58,9%, a melhor porcentagem entre todos competidores do topo do ranking.

Mesmo sendo um atleta novo, ele não está com nenhuma lesão grave, mas vem sofrendo constantemente com dores dos anos anteriores. As dores parecem não incomodar o "xodó” dos americanos, já que após a volta do break americano ele vem se destacando ainda mais e com aproveitamentos surpreendentes:  montou em 8 eventos e ganhou 3 (Biloxi/MS, Tulsa/OK e Tucson/AZ) e ficou por 3 vezes na segunda posição. Apenas nestas etapas ele somou 2810 pontos, mais do que ele já tinha somado nas 21 etapas que  montou antes do break.

Outro percentual que supostamente deixa J.B. ainda mais perto do título é o desempenho dele nas finais em Las Vegas, ele já venceu por duas vezes (2009 e 2013), apenas Robson Palermo venceu por 3 vezes a final mundial (2008, 2011 e 2012).

Como podemos ver nos números, J.B. Mauney sem dúvida é o grande favorito ao título de 2015, mas ainda não é o campeão e quando se trata de um esporte em que o desempenho do atleta conta apenas 50% e a outra metade é do atleta de peso (touro) a chance de ter mudança é considerável.

Na segunda posição do campeonato está o jovem e concentrado Kaique Pacheco. Liderando o ranking de Rookie Of The Year (revelação do ano) e com chances reais de faturar o mundial, Kaique demonstra uma maturidade para administrar o momento. A dois meses atrás (agosto) ele foi o campeão da primeira etapa do Monster Energy PBR da temporada 2015/2016 em Barretos, um dos títulos mais concorridos do ano no Brasil.

Aos 21 anos o competidor já acumula 359.721,19 mil  dólares apenas nesta temporada e parece não se espantar com o sucesso, Kaique é um atleta que nasceu para montar em touros, seu pai Everaldo Xavier de Oliveira (Nenê) foi um dos conhecidos competidores do final da década de 90 e com isso Kaique cresceu vendo seu pai montar em touro e chegou a fazer curso de montaria com o tricampeão mundial, Adriano Moraes.

Kaique montou em 130 touros nesta temporada e parou os oito segundos em 74, um aproveitamento de 56,92%, um número bem próximo ao que o tricampeão mundial Adriano Moraes obteve em 2006 quando ele não era o principal candidato ao título e acabou sendo campeão mundial na última montaria, naquele ano Adriano parou em 55,95% dos touros em que montou. Desde 2000 um dos melhores aproveitamentos entre os principais atletas do esporte foi de Moraes quando foi campeão mundial em 2001 e obteve o surpreendente aproveitamento de 68,49%, naquele mesmo ano outro ídolo do esporte e principal concorrente ao título Justin McBride obteve um aproveitamento de 66,67%. O campeão mundial com melhor aproveitamento dos últimos 15 anos da PBR foi Guilherme Marchi que em 2008 montou em 99 touros e parou em 74, um incrível aproveitamento de 74,75%.

As chances de Kaique são muitas e com certeza o jovem pode ser o primeiro atleta na história da PBR americana a ser Rookie Of The Year e campeão mundial no mesmo ano, e quem sabe ele não realiza o feito realizado por Luciano Henrique de Castro nesta temporada no Brasil, que foi campeão da etapa final, revelação e campeão brasileiro.

Na terceira posição vem João Ricardo Vieira, que nos últimos 3 anos vem "batendo na trave” e não consegue conquistar o tão sonhado título mundial conforme seus fãs brasileiros desejam, já que o competidor é chamado de João "Durão”.

Em sua terceira temporada na PBR ele sempre ficou entre os 3 melhores do mundo, 2013 foi o primeiro ano na maior categoria do esporte no mundo (BFTS) chegou na final com chances de levar o título mundial e terminou na terceira posição, no ano passado ele também chegou com chances e como o grande favorito, mas terminou na segunda posição, e neste ano ele liderou o ranking por vários meses e está chegando à final na terceira posição.

João Ricardo montou na primeira etapa da temporada 2015/2016 do Monster Energy PBR em Barretos/SP e na semifinal do evento ele teve uma lesão no punho e continuou montando, voltando para os EUA e já na segunda semana ele machucou o joelho e neste último final de semana levou uma pisada do touro e machucou a perna, João está fazendo tratamento para chegar nas melhores condições possíveis na grande final de Las Vegas.

Aos 31 anos João tem chances de ser o campeão mundial de 2015 e para isso terá que superar a dor, e principalmente, montar em touros que proporcionam grandes notas, só nesta temporada ele já obteve 5 notas acima de 90 pontos.

A pontuação para a grande final de Las Vegas funcionará da seguinte forma:

As melhores notas do round ganharão:

Primeiro – 200 pontos

Segundo  – 120 pontos

Terceiro – 100 pontos

Quarto – 80 pontos

Quinto – 60 pontos

Campeão da Etapa – 1000 pontos

Segundo lugar – 600 pontos

Terceiro lugar  – 450 pontos

Quarto lugar  - 260 pontos

Quinto lugar  - 160 pontos

Sexto lugar  - 110 pontos

Sétimo lugar  - 65 pontos

Oitavo lugar  - 30 pontos

Nono lugar  - 15 pontos

Décimo lugar  - 10 pontos

Como a final mundial são 6 rounds, se o competidor fizer a melhor nota em todos os rounds, incluindo a final ele pode totalizar 2200 pontos, considerando essa improvável chance até o quinto colocado J.W. Harris tem chances de ser campeão mundial, pois está com  2175 pontos atrás de J.B. Mauney. Mas sabemos que é praticamente impossível disto acontecer, ainda mais contando que o líder J.B. terá que cair de todos touros que montar, coisa que nos últimos anos nunca aconteceu nas finais. Será que teremos uma "zebra” nesta final mundial e os brasileiros trarão o décimo título mundial?

Nos últimos 10 anos 6 títulos mundiais foram de brasileiros, desde de 2011 que o título ficou na mão de Silvano Alves (2011, 2012 e 2014) ou JB (2013). Será que J.B. Mauney vai manter esse pequeno tabu e será o terceiro americano a ser bicampeão mundial? Até o momento apenas Chris Shivers (2000 e 2003) e Justin McBride (2005 e 2007) foram bicampeões mundiais.

Façam suas apostas, dia 21 de outubro começa a final mundial e você pode acompanhar ao vivo as fotos nas redes sociais da PBR Brasil (@PBRBRAZIL). 

 

Por: André Silva

Fonte: Site Oficial da PBR Brasil




Data da publicação: 19/10/2015
Comentários