A PBR E O MANEJO DOS ANIMAIS-ATLETAS.






Na PBR os animais são tratados com o mesmo respeito que os competidores que os montam. A empresa é inteiramente comprometida em assegurar a saúde, a segurança e o respeito de cada animal que entra em suas arenas. Destratar um animal seria um dano ao esporte, do qual depende a própria subsistência do competidor e dos seus associados. Sendo assim, o cuidado e o tratamento de um animal da PBR é uma prioridade para aqueles que gerenciam e/ou participam dos seus eventos.

Todas as pessoas que estão ligadas ao esporte têm relação com o campo e a este modo de vida, prevalecendo a paixão e o amor pelos animais. 

O sedém aperta os testículos do atleta de peso?

Não. Este equipamento é feito de corda de lã natural ou de crina revestida com lã natural. O equipamento é usado para estimular os pulos, mas não machuca. A regra da Montaria em Touro exige que o equipamento jamais seja usado a ponto de imobilizar ou causar dor. Se estivesse apertado, inibiria os músculos dos flancos e reduziria a ação de saltar.

Os touros são obrigados a pular?

Não há como fazer com que um touro desperte a habilidade para o esporte. Para se ter ideia, em um rebanho com 100 touros, apenas 5% possui capacidade para torneios, já que não há como desenvolver a índole de um animal para o pulo. Ele pode passar por treinamentos desde pequeno para se acostumar com a montaria, desde que tenha capacidade para tal.

As esporas causam ferimentos nos animais?

Não. A pele de um touro é de cinco a sete vezes mais espessa que a pele humana. Os competidores da PBR utilizam esporas de pontas arredondas, permitidas nas especificações da Lei Federal. Os competidores que violam essa regra recebem multa, suspensão e/ou desqualificação.

Os touros são tratados com crueldade?

De forma alguma. Os touros de montaria que competem na PBR recebem tratamento com alimentação balanceada, exercícios para fortalecimento dos músculos, banhos diários, aveia, transporte adequados, em alguns locais, até caminhadas na areia. A maioria dos donos de companhia tem ligação com o homem do campo, repassando respeito e admiração por estes animais.

Quais são os cuidados que tomados para o animal não se machucar quando chegam a uma etapa?

A Montaria em Touros é regulamentada por duas leis federais: a 10.220, que equipara o caubói de rodeio a atleta profissional, e a 10.519, que dispõe sobre a fiscalização da defesa sanitária animal, que leva em consideração o transporte de animais, a presença de médico veterinário habilitado, atestado de vacinação contra febre aftosa e outras doenças, além de infraestrutura que garanta a integridade física de todos os animais em cada evento. Quando os touros chegam à competição, todos são verificados. Se houver algum problema, algo de anormal, ele é tratado e retirado da competição. Os competidores também são avaliados para que não haja nenhum sinal de que um acessório possa ferir o touro ou prejudicar sua saúde.

 

Por:Jorge Cardoso

Comunic Comunicação Corporativa

Fonte: Site Oficial da PBR Brasil



Data da publicação: 29/08/2015
Comentários